Que tal uma prainha neste Carnaval? Descubra a beleza das praias de água doce de MS

Publicado em: 21/02/2020 às 10h00

Subcom

á tem destino para o carnaval? Os dias de folia podem ser uma ótima oportunidade para conhecer a beleza das praias de rio da costa leste de Mato Grosso do Sul. Pouco conhecida pelos turistas, as praias de água doce encantam pela exuberância, e são uma excelente opção para quem deseja se refrescar aproveitando para contemplar a natureza.

Areia branca e água limpinha são características das praias doces localizadas nos municípios de Três Lagoas, Paranaíba, e Aparecida do Taboado, que ganham pontos pelo fácil acesso, movimento menor que os destinos mais conhecidos do estado, e preços mais acessíveis.

Com oito quilômetros de praia com areia branca, Aparecida do Taboado é um desses destinos. O lago formado pelas águas do Rio Paraná é resultado da área represada para suprir a usina hidrelétrica de Ilha Solteira. O município possui mais de 400 ranchos ao longo da orla do Rio Paraná, que costumam ser bastante procurados durante os feriados prolongados, conforme a administração municipal. Para atender os visitantes o local também possui pousadas e restaurantes.

Conhecida como a cidade das águas, Três Lagoas oferece acesso a belas praias de água doce, onde é possível praticar esportes náuticos. Pousadas, porto, e balneário estão entre os atrativos turísticos da cidade. O Balneário Municipal de Três Lagoas por exemplo, possui toda infraestrutura necessária para atender visitantes, com cerca de 40 quiosques espalhados na orla que dá acesso ao Rio Sucuriú. Durante o verão o local recebe cerca de 2,5 mil pessoas por semana. Também há opção de se hospedar em ranchos que dão acesso às praias de água doce do Rio Paraná.

Em Paranaíba, além das praias de rios, a cidade tem opções de trilha de aventura e cachoeiras, que ficam praticamente dentro da cidade. A região também tem como opção dois parques aquáticos que mesmo sendo privados, possuem estrutura para atender o público em geral. Com peculiaridades históricas e culturais, a região apresenta um grande potencial para visitação turística.

 

 

Conforme a Agencia Nacional de Águas (ANA) o Brasil é o país que detém a maior quantidade de água potável do mundo, com 12% do total existente no planeta. Desse total, a região Centro Oeste possui cerca de 15,7% dos recursos hídricos do país, relativamente bem distribuídos em seu interior, sendo que o Pantanal ocupa a maior parte.