Uefa sugere supercopa com campeões da Liga e da Copa América

Publicado em: 04/07/2019 às 16h33

G1

Aleksander Ceferin, presidente da Uefa, sugeriu em entrevista ao jornal britânico “Times”, que os semifinalistas da Liga dos Campeões passam a receber uma “proteção” nas temporadas seguintes. Segundo o dirigente, é injusto a vaga não ser assegurada a times que forem mais longe, pois, como têm mais visibilidade e não sabem se vão chegar à fase de grupos, acabam vendendo seus principais jogadores. Ele usa como exemplo o Ajax, que chegou à semifinal da última Champions, mas se equivoca ao falar do Leicester City, que foi eliminado nas quartas de final da edição 2016/2017. O clube holandês está na terceira eliminatória da atual edição, a penúltima antes da fase de grupos.

“Gostaríamos de proteger equipes, como o Ajax neste ano ou Mónaco e Leicester City (2016/2017) em anos anteriores. O Ajax chegou às semifinais na última temporada e agora vão vender seus jogadores porque não sabem se vão chegar à fase de grupos. Não penso que devemos proteger muitos clubes, mas penso que temos que proteger alguns. Uma ideia que temos é que os clubes que consigam chegar a uma certa fase da competição possam competir na edição seguinte (na fase de grupos)”, disse Ceferin.

Conforme repercute o Globoesporte.com, o dirigente esloveno sugeriu também uma Supercopa entre o campeão da Eurocopa e o campeão da Copa América e acredita que as entidades não precisem da autorização da Fifa para seguir adiante com a ideia. “Por que precisamos da permissão da Fifa para organizar uma competição? É uma decisão de duas confederações. Nós não somos membros da Fifa, somos independentes. Somos sócios, mas não seus subordinados”, disse.

Ceferin também foi questionado na entrevista sobre se candidatar à presidência da Fifa e negou ter esse desejo. Por outro lado, se mostrou em dúvida quando questionado se tentaria a reeleição na Uefa, onde o mandato vai até 2023.