Forte terremoto no Japão pode gerar tsunami localizado na costa nordeste

Após o tremor, ondas de 30 cm foram observadas na prefeitura de Miyagi

 
 
Mapa publicado pela rede NHK mostra a área da costa japonesa que pode ser atingida pelo tsunami Foto: TerraMapa publicado pela rede NHK mostra a área da costa japonesa que pode ser atingida pelo tsunami
Foto: Terra

Um forte terremoto atingiu a costa do Japão nesta sexta-feira (2h10 de sábado no Japão), e um alerta de um pequeno tsunami foi emitido para as prefeituras (Estados) de Iwate, Fuksuhima, Ibaraki e parte de Chiba. A magnitude do tremor, no entanto, ainda não pode ser afirmada com exatidão, já que cada serviço meteorológico ou geológico informa um número diferente. Enquanto a Agência Meteorológica do Japão aponta que o tremor foi de 7,1 graus - depois de ter informado incialmente que se tratava de 6,8 -, o Serviço Geológico dos Estados Unidos afirma que o tremor teve magnitude de 7,6.

O governo japonês não emitiu ordem para evacuar a área, mas orientou as pessoas a não se aproximarem da costa da região de Fukushima. Apenas os trabalhadores da usina nuclear de Fukushima foram retirados dos seus locais de trabalho e levados a um ponto seguro.

Segundo o Centro de Alerta de Tsunami do Pacífico, a magnitude foi de 7,5 e não deve gerar um tsunami que cause danos. Mas "tsunamis dessa magnitude podem ser destrutivos ao longo da costa localizada a algumas centenas de quilômetros do epicentro", diz a agência em comunicado.

O epicentro do tremor foi a 475 km de Tóquio e a cerca de 370 km da ilha de Honshu. Espera-se que ondas de 1 metro cheguem à costa nordeste do país. Por volta das 3h (horário local) foram registradas ondas de 30 cm ao longo da costa da prefeitura de Miyagi. As ondas foram observadas na cidade de Ishinomaki, onde, em 2011, ondas de 10 metros arrasaram metade da cidade.

Em 11 de março de 2011, outro terremoto, de magnitude 8,9, atingiu a costa japonesa causando um tsunami com ondas de até 30 metros de altura. A usina nuclear de Fukushima foi parcialmente destruída e quase 19 mil pessoas morreram.

Tufão Francisco

Antes do terremoto atingir a costa nordeste do Japão, a companhia operadora da usina nuclear de Fukushima informou que estava tomando medidas especiais para evitar incidentes diante da previsão de fortes chuvas trazidas pela aproximação do tufão Francisco. Segundo a agência meteorológica japonesa, o 27º tufão do ano na Ásia deve passar neste sábado ao sul do arquipélago e provocar fortes chuvas em grande parte do país.

Terra